Fragmentos de Ti

Minha doçura amarga e doce, meu segredo,
Sonho de amor tecido em verso e medo.

Na solidão, um desejo de horizontes,
No galope livre por montes
De beijos teus, na poeira do meu ser.

Por ti, as palavras brotam,
Por ti, mundos eu desenho,
Por ti, anseios me consomem,
Por ti, pensamentos fluem,
Por ti, os lábios se abrem.

Na imensidão, uma calma se prepara,
Como o silêncio antes da tempestade rara.

Em teus olhos, a promessa de um afago,
No calor do teu abraço, o meu alento.

Canção de sonhos puros, fantasia,
Em ti busco todo o gozo, toda a alegria.

Minha nostalgia,
Minha doçura,
Minha tristeza,
Meu breve instante de eterna beleza.

Por ti, existo
Por ti, anseio
Por ti, sorrio
Por ti, espero
E no abraço da esperança, o medo enterro.